Criando um Guia de Pesquisa com custo zero

O PicPay é uma empresa com forte cultura de UX e pesquisa. O time de Pesquisa, que conta hoje com 12 pessoas — e crescendo — é responsável por fazer pesquisas que impactam diversas frentes e guiam decisões estratégicas do negócio.

Imagem com foto dos integrantes do time de UX Research do PicPay.
Imagem com foto dos integrantes do time de UX Research do PicPay.
Time de UX Research do PicPay. Imagem: Diana Fournier

As pesquisas pontuais ou que dizem respeito a uma jornada específica são feitas por Designers (PD), Gerentes de Produto (PM) e outros profissionais que cuidam dessas jornadas.

Entre Pesquisadores, PDs e PMs são mais de noventa pessoas que guiam seu trabalho pelas experiências e necessidades de usuários.

Além do time de Produto outras áreas como Growth e Customer Success


Boas práticas que vão deixar seus questionários muito mais produtivos.

Imagem com o seguinte testo: Questionário online — como fazer e boas práticas
Imagem com o seguinte testo: Questionário online — como fazer e boas práticas
Fonte da imagem: própria.

A pesquisa via questionário é um tipo de investigação quantitativa

Se bem feito, um questionário pode coletar informações valiosas de uma grande quantidade de respondentes. E o resultado pode ser extrapolado para toda a população em estudo, desde que o grupo seja representativo da população.

As ferramentas de questionário geralmente disponibilizam pelo menos alguma versão gratuita de seus serviços. Por isso, pesquisas via questionário costumam ser favoritas nas escolhas de pesquisadores (e não pesquisadores) pela a rapidez e o custo baixo.

Conforme dados de 2019 do Panorama UX (gráfico abaixo), é possível observar que questionário online/survey é a segunda técnica mais utilizada por profissionais de UX no Brasil.


Também serve pra outras áreas ;)

Há cerca de um ano dou mentoria para mulheres que estão migrando pra UX. Nas sessões de mentoria, tenho oportunidade de falar com pessoas com os mais diversos níveis de formação, de experiência e conhecimento.

Nesses doze meses percebi quanta gente deixa de receber ofertas simplesmente por que seus perfis no Linkedin não refletem o quão excepcional é essa profissional.

Durante muito tempo Linkedin foi um mistério pra mim. Não sabia como preencher as informações, o que significava cada campo, tinha dúvidas sobre o que seria formal de mais ou formal de menos na plataforma.

Um dia a Janaína Kovacs


Como fazer pesquisa protegendo os dados de usuários

A LGPD é uma lei estabelece regras para o uso, coleta, armazenamento e compartilhamento de dados dos usuários por empresas públicas e privadas.

LGPD é a sigla para Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, que é a lei nº 13.709, aprovada em agosto de 2018 e com vigência a partir de setembro de 2020.

O objetivo é proteger a liberdade, privacidade e o livre desenvolvimento da personalidade da pessoa. Além de garantir mais segurança e transparência no uso de informações pessoais.

Foto de um boneco Stormtrooper em cima de um teclado de computador, segurando uma das teclas.
Foto de um boneco Stormtrooper em cima de um teclado de computador, segurando uma das teclas.
Photo by James Pond on Unsplash

Tá, mas quais dados são considerados na lei?

Dados Pessoais: são dados que podem identificar uma pessoa diretamente ou indiretamente.

Alguns exemplos são: nome, CPF, e-mail, CNH, passaporte, endereço e telefone.

Dados Sensíveis: são dados que, se usados indevidamente, podem causar alguma discriminação ou dano aos seus titulares.

Alguns exemplos são: raça, religião, opinião política…


Está migrando de outra área pra UX? Esse material é pra você :)

Foto da autora desse artigo ouvindo música no fone de ouvido e sorrindo. Ao lado, texto com o título desse artigo.
Foto da autora desse artigo ouvindo música no fone de ouvido e sorrindo. Ao lado, texto com o título desse artigo.

Product Design e CEO UX para Minas Pretas

Bate papo inspirador e educativo com a Karen Santos sobre o papel da mulher, principalmente da mulher negra dentro da área de produtos e nas empresas. Ela falou sobre o início da sua carreira trabalhando como Designer gráfico no mercado infantil até a criação do UXMP.

O universo de UX com Caio César

Tem muitas fontes de informações sobre UX, mas poucas são pra iniciantes e em português. Por isso, a Izabela de Fátima conversou com o Caio César sobre o Universo de UX.

Migrando do Design Gráfico com Emanuel Bagerakis

O Luan Mateus conversou com o Emanuel Bagerakis sobre a experiência de migrar de Design Gráfico pra UX. …


Está migrando de outra área pra UX? Esse material é pra você :)

Imagem com quatro quadrantes com imagens extraídas dos textos da Laís Lara e Lidiane Santana, citadas nesse artigo.
Imagem com quatro quadrantes com imagens extraídas dos textos da Laís Lara e Lidiane Santana, citadas nesse artigo.
Imagens extraídas dos artigos citados nesse texto.

O que ninguém fala após migrar pra UX

Baseado nos seu aprendizados, Lidiane Santana listou coisas que a ajudaram a manter a saúde mental e que gostaria de ter lido quando migrou para UX.

Link do texto aqui.


Colagem com 4 quadrantes. 3 com imagens de vídeos listados ao longo do texto e um quadrante com o título do artigo.
Colagem com 4 quadrantes. 3 com imagens de vídeos listados ao longo do texto e um quadrante com o título do artigo.

Está migrando de outra área pra UX? Esse material é pra você :)

Começar a carreira nunca é fácil.

Se você já tem experiência profissional e decide transitar para outro mercado os desafios podem parecer maiores ainda.

A sensação de ter dado um passo atrás, o medo de não dar certo, a vontade de que as coisas aconteçam rápido. Esses e outros sentimentos são comuns nesse momento de mudança.

Por isso separei alguns vídeos em que profissionais de UX que já fizeram sua transição contam como foi e dão dicas para quem está passando por essa fase agora.

Migrando para UX Research

Edu Agni conversou com a Aline Vieira e a Flavia Oliveira sobre os caminhos e…


Parte 3: Guia para transformar métricas e comentários de usuários em descobertas de pesquisa

Photo by Carlos Muza on Unsplash

Um dos maiores aliados das pesquisas de UX são as métricas de times que trabalham diretamente em contato com clientes, como CX, CS e Growth.

Essas métricas, principalmente as que (além da nota) coletam comentários de usuários sobre a experiência, são importantes fontes de dados para UX Research.

Alguns exemplos de fontes desses dados: as pesquisas de NPS, Chamados no atendimento (call center, chat, redes sociais, Reclame Aqui) e Revisões das lojas de aplicativos.

Nos textos anteriores dessa série, vimos como transformar uma grande quantidade de dados em informações inteligíveis e também como analisar essas informações e transformá-las em descobertas…


Parte 2: Guia para transformar métricas e comentários de usuários em descobertas de pesquisa

Ilustração de um homem parado em frente a um computador, avaliando objetos em um site de compras.
Ilustração de um homem parado em frente a um computador, avaliando objetos em um site de compras.
Photo by Morning Brew on Unsplash

Um dos maiores aliados das pesquisas de UX são as métricas de times que trabalham diretamente em contato com clientes, como CX, CS e Growth.

Essas métricas, principalmente as que (além da nota) coletam comentários de usuários sobre a experiência, são importantes fontes de dados para UX Research.

Alguns exemplos de fontes desses dados: as pesquisas de NPS, Chamados no atendimento (call center, chat, redes sociais, Reclame Aqui) e Revisões das lojas de aplicativos.

No texto anterior vimos como transformar uma grande quantidade de dados em informações inteligíveis.

Agora vamos ver como analisar essas informações e transformá-las em descobertas de…


Parte 1: Guia para transformar métricas e comentários de usuários em descobertas de pesquisa

Um dos maiores aliados de pesquisa são as métricas de atendimento ao cliente (CX, CS, Growth), principalmente as que, além da nota coletam comentários de usuários sobre a experiência. Alguns exemplos de fontes desses dados:

  • Pesquisa de NPS
  • Chamados no atendimento: call center, chat, redes sociais, Reclame Aqui, ouvidoria etc
  • Revisões das lojas de aplicativos

O problema é que geralmente quando a gente exporta uma lista desses comentários nos deparamos com uma tabela gigante, com milhares de linhas e milhões de dados, daí pra frente pode ser difícil saber o que fazer.

Fonte: própria.

Assim, aqui vai um passo a passo para…

Sheylla Lima

For more UX Research content follow me on Instagram @sheylla_uxresearch and Linkedin: https://www.linkedin.com/in/sheyllalima

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store